Banco de Dados I – Aula 14A

EXIBINDO DADOS DE VÁRIAS TABELAS

Há situações em que precisamos buscar dados de várias tabelas, onde um select simples não consegue obter esses dados;

Nesses casos, é necessário utilizar dados a partir de uma ou mais tabelas;

Para isso, precisamos fazer junção de tabelas;

O QUE É JUNÇÃO?

Use a junção para consultar dados a partir de uma ou mais tabelas;

Criar uma condição de junção na cláusula WHERE;

Prefixar o nome da coluna com o nome da tabela quando o mesmo nome da coluna aparecer em mais de uma tabela

Exemplo de junção

SQL> SELECT tabela1.coluna, tabela2.coluna
2  FROM tabela1, tabela2
3  WHERE tabela1.coluna = tabela2.coluna;

 

USANDO O SCHEMA HR DO ORACLE

hr

PRODUTO CARTESIANO

Um produto cartesiano é formado quando:

– Uma condição de junção estiver omitida;

– Uma condição de junção estiver inválida;

– Todas as linhas na primeira tabela estão unidas a todas as linhas da segunda tabelas;

Para evitar um produto Cartesiano, sempre inclua uma condição de junção válida em uma cláusula WHERE;

GERANDO UM PRODUTO CARTESIANO

Gera-se um produto cartesiano caso uma condição de junção seja omitida.

SQL> SELECT FIRST_NAME,
  2           DEPARTMENT_NAME
  3    FROM   EMPLOYEES,
  4           DEPARTMENTS;

 

TIPOS DE JUNÇÃO

Há dois tipos principais de condições de junção:

– Junção idênticas;

– Junção não-idêntcias;

Métodos de junção adicional incluem:

– Junções externas;

– Autojunções;

– Operadores de conjunto;

 

JUNÇÃO IDÊNTICA

ScreenHunter_393 Nov. 06 12.59

RECUPERANDO REGISTROS COM JUNÇÕES IDÊNTICAS

SQL>SELECT  FIRST_NAME,
            EMPLOYEES.DEPARTMENT_ID,
            DEPARTMENTS.DEPARTMENT_ID,
            DEPARTMENT_NAME
    FROM    EMPLOYEES, DEPARTMENTS
    WHERE   EMPLOYEES.DEPARTMENT_ID =
                      DEPARTMENTS.DEPARTMENT_ID;

QUALIFICANDO NOMES DE COLUNA AMBÍGUAS

Use os prefixos de tabela para qualificar nomes de colunas que estão em várias tabelas;

Diferencie colunas que possuem nomes idênticos, mas que residam em tabelas diferentes usando apelidos de coluna;

CONDIÇÕES DE PESQUISA ADICIONAIS USANDO O OPERADOR AND

Além da junção, é possível ter critérios para a cláusula WHERE;

SELECT   EMPLOYEE_ID, FIRST_NAME,
         DEPARTMENT_NAME
FROM     EMPLOYEES, DEPARTMENTS
WHERE    EMPLOYEES.DEPARTMENT_ID =
                       DEPARTMENTS.DEPARTMENT_ID
         AND FIRST_NAME = 'Diana';

USANDO APELIDOS DE TABELA

Apelidos de tabelas podem ter um tamanho de até 30 caracteres;

Se um apelido de tabela for usado para um determinado nome de tabela na cláusula FROM, deve-se utilize-lo para toda a instrução SELECT;

Apelidos devem ser significativos;

O apelido de tabela é válido somente para a instrução SELECT atual;

 

USANDO APELIDOS DE TABELA

SELECT   E.FIRST_NAME,
         J.JOB_TITLE,
         D.DEPARTMENT_NAME
FROM     EMPLOYEES E,
         JOBS J,
         DEPARTMENTS D
WHERE    E.JOB_ID = J.JOB_ID
         AND E.DEPARTMENT_ID =   D.DEPARTMENT_ID;

 

JUNÇÕES NÃO-IDÊNTICAS

O relacionamento de junção não-idênticas  significa que não há nenhum coluna correspondente diretamente entre as duas tabelas;

SELECT    E.FIRST_NAME, E.LAST_NAME,
          E.SALARY, J.MIN_SALARY,   J.MAX_SALARY,
          J.JOB_TITLE
FROM      EMPLOYEES E, JOBS J
WHERE     E.SALARY
          BETWEEN J.MIN_SALARY AND   J.MAX_SALARY;

 
Se uma linha não satisfazer uma condição de junção, a linha não aparecerá no resultado da consulta.

ScreenHunter_394 Nov. 06 13.03

Use uma junção externa para consultar também todas as linhas que em geral não atendem à condição de junção.

O operador de junção externo é um sinal de adição (+);

EXEMPLO DE JUNÇÕES EXTERNAS

SELECT   E.FIRST_NAME,
         D.DEPARTMENT_NAME
FROM     EMPLOYEES E,
         DEPARTMENTS D
WHERE    E.DEPARTMENT_ID(+) =
                          D.DEPARTMENT_ID

 
O operador da junção externa pode aparecer somente de um lado da expressão – o lado que possui informações ausentes. Ele retorna estas linhas de uma tabela que não possui correspondênciadireta em outra tabela;

Uma condição envolvendo uma junção externa não pode usar o operador IN ou vincular a outra condição pelo operador OR;

 

AUTOJUNÇÕES

Algumas vezes será necessário unir uma tabela a ela mesma.

ScreenHunter_395 Nov. 06 13.05

EXEMPLO DE AUTOJUNÇÕES

SELECT   WORKER.FIRST_NAME
         ||' TRABALHA PARA ' ||
         MANAGER.FIRST_NAME
FROM     EMPLOYEES WORKER,
         EMPLOYEES MANAGER
WHERE    WORKER.MANAGER_ID =
                       MANAGER.EMPLOYEE_ID;

 

Vídeo 01

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

WikiDBA

by Virendra Yaduvanshi - Microsoft SQL Server Database Architect | Consultant | Blogger | Specialist | DBA | Speaker

Blog - Fabiano Neves Amorim

SELECT * FROM [Coisas Da Minha Cabeça] WHERE dbo.fn_TempoParaPost() < dbo.fn_TempoLivre()

ROMANO DBA

Administração de Bancos de Dados

Tércio Costa, Oracle Developer, OCE SQL

Guia de estudos para certificação ORACLE SQL Expert(1Z0-047) e PL/SQL(1Z0-144)

Strate SQL

Data Adventures with an Architect

%d blogueiros gostam disto: